Como Monta uma Fábrica de Fertilizantes Foliares

Como Montar uma Fábrica de Fertilizantes Foliares

 

Existem tipos diferentes de fertilizantes.

Eles são responsáveis por culturas e produtividade e devem ser eficientes.

Os Fertilizantes Foliares são fontes de aminoácidos e suplementos que nutrem as plantas evitando perdas e são absorvidos adequadamente em diversas culturas.

Aumentam a produtividade e são comprovadamente eficazes.

Esse Processo de adubação foliar faz com que as plantas se nutrem suprindo carências através da folhagem e não do caule.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

 

Essas soluções devem ser aplicadas de forma cuidadosa evitando prejudicar as plantas a concentração então é menor e deve ser compatível com cada tipo de folhagem, ph utilizado e toda composição química, não causando toxidade e nem queima da folhagem e sim crescimento e vivacidade.

Alguns agentes utilizados na composição de fertilizantes foliares são redutores de absorção evitando efeitos tóxicos e funcionando como protetores.

Alguns agentes umectantes são responsáveis pela evaporação e conservação de água na solução aplicada dando maior tempo de manutenção e suprindo as necessidades nutricionais das plantas.

A fábrica deverá ter químico responsável pelas composições químicas e pelo processo de fabricação dos produtos.

A tecnologia aplicada na fabricação deve visar o fornecimento especialmente de nutrientes foliares e proteção contra doenças adquiridas pelo fator climático e resistência as plantas de forma a atender diversas culturas com atuação dela como um todo.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

 

Os processos fisiológicos das plantas e a morfologia devem ser estudadas e catalogadas para observação durante testes de qualidade do produto e proteção do meio ambiente assim como o fator toxidade.

As fórmulas desenvolvidas devem passar periodicamente por testes de avaliação em laboratório e todo o processo acompanhado por profissional especializado e responsável técnico da empresa.

Alguns fertilizantes são responsáveis por levar nutrientes as plantas, outros para promover o crescimento e desenvolvimento das sementes, balanceamento de nutrientes para diversas culturas, complementos para o solo, associação de aminoácidos, composição de fórmulas diferenciadas, aumento de teor de clorofila e absorção de nitrogênio entre outras funções.

É importante ressaltar que esses produtos devem estar de acordo com as normas e os órgãos fiscalizadores.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

 

 

Estudiosos e profissionais nas áreas agrícolas como:

·         Químicos;

·         Engenheiros agrônomos;

·         Especialistas em estudos de solo;

·          Nutrição Plantar;

·          Morfologia;

·          Outras profissões relacionadas à área ambiental, alimentar e agrícola desempenham papéis fundamentais em atividades como fiscalização de produtos, manipulação de fórmulas eficazes, obtenção de pesquisas agrícolas em que os fertilizantes se tornam fundamentais para o desenvolvimento de muitas espécies de plantas.

 

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

 

Em muitas situações se forem aplicados sem vigília e indiscriminadamente se tornam veneno para as plantas e para o consumidor.

A fábrica deverá ter projeto aprovado para construção e liberação dos órgãos fiscalizadores tanto da parte ambiental como da parte de liberação de funcionamento como prefeitura, Corpo de bombeiros e Ministério da Agricultura.

Devem seguir etapas de fabricação por classe e por cultura.

Deve seguir recomendações quanto ao uso e a aplicação, descarte das embalagens e doses recomendadas para cada tipo de planta.

A obtenção de certificações quanto à qualidade do produto desenvolvido, a proteção do meio ambiente e a segurança também são itens indispensáveis de avaliação.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

 

Exemplo de Projeto de Fábrica de Fertilizantes

 

  1. Compostagem;
  2. Recepção de Matéria Prima;
  3. Depósito de Matéria Prima;
  4. Fabricação;
  5. Embalagem;
  6. Depósito de Produtos Acabados;
  7. Expedição;
  8. Vestiário;
  9. Refeitório e
  10. Escritório.