Como Montar uma Fábrica de Desidratação de Shitake

Como Montar uma Fábrica de Desidratação de Shitake

O cogumelo Shitake é uma das espécies de cogumelos cosmetíveis nativo da Ásia.

Dentre as espécies mais conhecidas entre os tipos de cogumelos estão:

Paris;
Shitake;
Shimeji;
Enynqui;
Champignon;
Maitake;
Shimeji Branco;
Shimeji Preto e outros.

Muito consumido ele pode ser utilizado em receitas de diversos pratos.

Esse cogumelo é muito rico em proteínas e aminoácidos.

Pode auxiliar no combate ao colesterol, aumento de resistência do organismo e fortalecimento do sistema imunológico.

Dentro da espécie há variedades também.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

As técnicas de desidratação e secagem dos alimentos como o cogumelo Shitake e outros evita também o desperdício e perdas na agricultura, pois o alimento seco e desidratado pode ser guardado por um tempo maior em comparação com os alimentos frescos.

Algumas técnicas de processamento, secagem e desidratação dos alimentos reduzem custos e promovem a venda conferindo ao alimento todas as propriedades naturais de como se ele estivesse fresco.

Além disso, podemos contar com o alimento em todo o ano.

Para o desenvolvimento da técnica de secagem e desidratação dos alimentos o empreendedor deverá passar por cursos e treinamentos onde irá aprender a como utilizar as técnicas de maneira correta e para isso deverá obter conhecimentos na área de tecnologia de alimentos com especialidade em desidratação.

O shitake é um dos ingredientes perfeitos para acompanhamentos de risotos, carnes, macarrão e também puro na manteiga e outros jeitos de fazer.

O shitake também pode ser conservado fresco por períodos pequenos entre 7 a 10 dias em refrigerador.

A maioria dos supermercados vende esse tipo de cogumelo em bandejinhas de isopor ou caixinhas plásticas.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

Já o shitake desidratado pode ter mais tempo de conservação e sem perder suas propriedades naturais, pode ser utilizado em receitas diversas bastando hidratá-lo com água por alguns minutos.

Clique abaixo para saber mais sobre Fábrica de Desidratação de Shitake

Planta Baixa de Fábrica de Desidratador Shiitake

Projeto de Fábrica de Cogumelo Shimeji

Como Montar Fábrica para processamento de Cogumelo em Conserva e Cultivo de Cogumelo

Equipamentos e Máquinas para Empresa de Transporte de Comidas

Panta de Fábrica para Processamento de Shitake

Montar Restaurante de Comida Japonesa

Como Montar Restaurante

Planta Baixa de Instalações de Cultivo de Cogumelo (Champignon) e Fábrica para Processamento de Cogumelo em Conserva

Projeto de Fábrica de Cogumelo em Pó

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

Isso o deixará macio e poderão ser integrados as mais diversas receitas.

O processo de desidratação e secagem do cogumelo shitake constitui-se em:

Utilização de temperatura adequada entre 57º;
Tempo de secagem entre 6 a 7 horas;
Atingir o ponto ideal da desidratação com peso e crocancia;
Atingir o grau de umidade satisfatório;
Bom armazenamento do produto e
Sistema de embalagem ideal.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

Apesar de ser vendido em embalagens diversas o produto seco deve ser colocado em sacos de polipropileno que são mais resistentes e não passam umidade levando o produto a garantir sua qualidade e segurança.

O empreendedor deverá utilizar de cursos nas áreas técnicas de processamento de alimentos, conservação do produto e produção de produtos desidratados.

Para o preparo de receitas os cogumelos devem passar por:

Processo de hidratação com água fervente e descanso;
Utilização de forma adequada cortados em pedaços ou inteiros;
Adicionados as mais diversas receitas.
Muitas receitas utilizam de manteiga, vinho branco e shoyo para dar sabor ao shitake.

Exemplo de Fábrica para Produção de Desidratador Shiitake com Capacidade de Produção de 10.000 kg por dia.

1. Recepção de matéria-prima;
2. Estocagem de matéria-prima;
3. Fabricação;
4. Estocagem de produtos acabados;
5. Escritórios;
6. Refeitórios e
7. Vestiários