Como Montar uma Fábrica de Palmito

Como Montar uma Fábrica de Palmito

O palmito em conserva é preparado a partir da parte comestível de palmeiras sadias de espécies próprias para consumo humano, das quais tenham sido removidas as partes fibrosas através de descascamento e corte imerso em água e processado (acidificado e pasteurizado pelo calor) de forma que o alimento fique isento de microorganismos e apto ao consumo humano.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091

O processo de conserva depende de alguns fatores, como: qualidade da matéria prima utilizada, higiene no processo de extração, embalagens apropriadas para acondicionamento, além de técnicas, métodos e treinamentos da mão de obra utilizada no processo.

Clique abaixo para saber mais sobre Fábrica de Palmito

Planta Baixa de Distribuidora de Palmito

Projeto de Fábrica de Palmito Pupunha

Como Montar Fábrica para Reciclagem de Vidro

Equipamentos e Máquinas para Fábrica de Palmito In Natura

Panta de Procedimento Operacional Padrão POP – Palmito

Montar Fábrica de Peças de Vidro

Como Montar Fábrica de Conserva de Vegetais

Planta Baixa de Fábrica de Rótulos

Projeto de Distribuidora de Palmito


Para elaboração da conserva, alguns conservantes são permitidos, sendo:

?Ácido Cítrico: conservante para alimentos, discriminado como H.II, que pode ser usado sem limites na ingestão diária;

?Ácido Acético: conservante para alimentos, não discriminável, que pode ser usado com limites na ingestão diária não estabelecida;

?Ácido Tartárico: conservante para alimentos, discriminado como H.I
X, que pode ser usado com limites de ingestão diária tolerada de 0 – 30 mg/kg
de peso;

?Ácido Fosfórico: conservante para alimentos, discriminado como H.III, que pode ser usado com limites de ingestão diária tolerada de 0 – 70 mg/kg de peso;

?Ácido Málico: conservante para alimentos, discriminado como H.V
III, que pode ser usado com limites ingestão diária não estabelecida (EMBRAPA, 2004).

?Ácido Láctico: conservante para alimentos, discriminado como H.V
II, que pode ser usado sem limites ingestão diária. Apenas o isômero levógiro
(L) pode ser absorvido pelo organismo, sendo preferível como aditivo alimentar.

O Ácido Cítrico é o mais utilizado dentre os conservantes.

Para saber mais clique aqui ou ligue 35.3721.8484 ou WhatsApp 35.99704.7091


Exemplo de Fábrica para Produção de Palmito In Natura com capacidade para 3.000 Kg/dia.


1. Recepção;
2. Armazenagem;
3. Lavagem;
4. Seleção;
5. Depósito de Produtos Acabados;
6. Embalagem ;
7. Expedição;
8. Escritório;
9. Vestiários e
10. Refeitório