Como Montar Fábrica de Tinta

PROJETOS PARA FáBRICA DE TINTA
PLANTA BAIXA | ESTUDOS DE VIABILIDADE

ENTRE EM CONTATO

WhatsApp 35.99730.7627


 

Como Montar Fábrica de Tinta

ENTRE EM CONTATO

WhatsApp 35.99730.7627

Projeto de Fábrica de Tinta


Como Montar Fábrica de Tinta

CLIQUE AQUI para saber mais sobre este Projeto e Planta Baixa

 

ENTRE EM CONTATO

WhatsApp 35.99730.7627

 

As Tintas são compostos químicos com pigmentos que oferecem acabamentos, coloração e proteção as superfícies que serão aplicadas.

A história das tintas tem início na pré-história quando eram utilizadas para pinturas nas paredes, eram utilizados pigmentos naturais como ocre, carvão vegetal, entre outros e eram preparadas com as mãos ou prensada com pedras.

Já no Egito antigo, eram utilizados pigmentos sintéticos, para cores como vermelho escuro, eles utilizavam tetróxido de chumbo.





Tipos

Imobiliárias: designadas para aplicação em construção civil.



Látex PVA: Acabamento fosco. Utilizada em paredes internas, tetos e áreas secas.
Tinta Acrílica: impermeáveis, facilidade de limpeza. Podem ser supereleváveis para locais com intenso trafego de pessoas.
Tinta epóxi: Ideal para áreas molhadas como piscinas, caixa d’água, banheiros e cozinhas.
Base solvente orgânico: Tintas a óleo, esmalte sintéticos.

Industriais: utilizadas como matéria prima para fabricação de outros produtos

Primers;
Esmaltes;
Tintas em pó e
Tintas de cura por radiação.





Especiais:

Pintura automotiva;
Demarcação de trafego;
Manutenção industrial;
Tintas marítimas e
Tintas para madeira.

Podem ser classificadas de acordo com formação do revestimento:

Lacas;
Produtos látex;
Termoconvertíveis;
Tintas de secagem oxidativa e
Dois componentes.





A produção de tintas atualmente já utiliza a nanotecnologia em sua composição e reciclagem.

A definição da boa qualidade das tintas se deve pelo conjunto de características como estabilidade, fácil aplicação, rendimento, durabilidade, lavagem e secagem.

As matérias-primas para produção de tintas são constituídas por:

Resinas;
Pigmentos;
Solventes





Resinas: Formam o filme seco. Podem ser sintéticas, melaminas ou naturais, elas determinam o brilho. Classificadas de acordo com sua formação, ou processo de cura, onde acontece a evaporação do solvente. É o único componente obrigatório na fabricação.

Esmaltes: cura por evaporação

Látex: dispersão em agua de partículas de polímero sub-micrométricas

Dois componentes e epóxi: polimerização catalítica.

Solvente: Ajusta as propriedades de cura e viscosidade. Podem ser opcionais no processo de fabricação.
Aditivos: melhoram a aparência final do produto como a textura, aparência, aderência, etc.

Em uma fábrica de tintas deve haver os seguintes departamentos:

Recepção
Produção
Laboratório controle de qualidade
Deposito/ almoxarifado
Administração/ escritório



O projeto deve ter pelo menos 100 m² para seu bom funcionamento, sendo necessária a compra de equipamentos como tanques de armazenamento de matéria prima, balanças para materiais líquidos, misturadores, compressor, motor, moinho ou triturador, tanques para diluição, secagem e ajustes, tachos de aço, máquina para enlatar e embalar, esteiras rolantes, exaustor, climatizador de ambiente, armários com portas de vidro e extintores de incêndio.

Processo de fabricação:

Avaliação da matéria-prima;
Pesagem;
Premistura de pigmentos, aditivos, solventes e resinas com dispersores;
Moagem (dispersão dos pigmentos em partículas com utilização de moinhos);
Diluição e secagem;
Completagem: correção da cor e brilho padronizado;
Controle de qualidade;
Filtração: remoção de poeira e sujeira

 

ENTRE EM CONTATO

WhatsApp 35.99730.7627